quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Acidente da Gol completa 5 anos

Acidente da Gol completa 5 anos

Da Reportagem

Parentes das vítimas lembram hoje, com um sentimento de impunidade, os 5 anos do acidente com o avião da Gol, no norte de Mato Grosso, naquela que é considerada a segunda maior tragédia aérea do Brasil.

A catástrofe ocorreu quando o jato Legacy, pilotado pelos norte-americanos Joseph Lepore e Jan Paul Paladino, colidiu com o Boeing da Gol, deixando 154 vítimas.

Viúva de uma das vítimas e diretora da Associação de Familiares e Amigos das Vítimas do Voo 1907, Rosane Gutjahr diz que os verdadeiros responsáveis pelo acidente ainda não foram punidos e lamenta a morte do marido. “Ainda sofro bastante com a perda do Rolf, mesmo depois de todo esse tempo. É revoltante, depois de cinco anos, ver que os pilotos norte-americanos continuam trabalhando normalmente, como se nada tivesse acontecido”, desabafa.

O processo criminal contra os dois pilotos está em andamento em segunda instância, no Tribunal Regional Federal (TRF), em Brasília. Na primeira instância do processo, o juiz federal Murilo Mendes, de Sinop, declarou os réus culpados e os condenou a quatro anos e quatro meses, mas substituiu a pena por prestação de serviços comunitários em uma entidade brasileira nos Estados Unidos. A Associação de Familiares reivindica, em recurso, que seja afastada a substituição e mantida a prisão em regime semiaberto.

Além da ação no TRF, a Associação busca cumprimento das punições aplicadas aos pilotos pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) que instaurou um processo administrativo para apurações de irregularidades cometidas por Lepore e Paladino. O processo resultou em dois autos de infração e em multa aplicada a Lepore e tripulação e à ExcelAire, empresa dona do jato.

Nenhum comentário: