terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Brigadeiro Kersul será ouvido em audiência pública sobre caso do Voo 1907

Passo importante na tragédia da Gol:
Brigadeiro Kersul será ouvido em audiência pública sobre caso do Voo 1907

Testemunha indicada pela acusação prestará depoimento nesta quarta-feira (26/01) na 10.ª Vara da Justiça Federal

O Brigadeiro Jorge Kersul Filho será ouvido pelas partes envolvidas no caso da colisão do Voo 1907 da Gol com o jato Legacy, que matou todos os passageiros e tripulantes, em 2006. A audiência será nesta quarta-feira (26/01), às 15h, em Brasília. Na ocasião, o oficial prestará esclarecimentos a respeito do acidente, como parte envolvida na investigação e como testemunha indicada pela acusação dos pilotos do Legacy.

Kersul terá que explicar por que entregou os equipamentos do jato Legacy à empresa americana ExcelAire, proprietária do avião, quando os mesmos eram peças importantes no andamento das investigações, além de esclarecer alguns pontos-chave da colisão. O Brigadeiro foi formalmente intimado pelo juiz Murilo Mendes, magistrado responsável pelo processo, para devolver tais equipamentos. A próxima audiência, com uma testemunha de defesa dos acusados, está marcada para dia 08 de fevereiro.

Os dois pilotos, Joseph Lepore e Jean Paul Paladino, responsáveis pelo acidente, continuam trabalhando normalmente para as empresas American Airlines e ExcelAire. Além de não terem sido julgados, o processo judicial movido contra eles prescreve em junho deste ano.

Rosane Gutjhar, esposa de uma das vítimas do Voo 1907, aguarda apreensiva os resultados da audiência. "Esperamos que o Brigadeiro colabore em seu depoimento, pois até agora nós, os familiares, não sentimos boa vontade da parte do oficial. Queremos que a justiça seja feita e que os pilotos sejam presos”, desabafa.

talkcomunicacao.wordpress.com

Nenhum comentário: