quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Devido ao risco de caos aéreo, Dilma desiste de criar ministério de Portos e Aeroportos

Devido ao risco de caos aéreo, Dilma desiste de criar ministério de Portos e Aeroportos

Informe que alerta para a iminência de uma crise no setor aéreo foi decisivo para a decisão da presidente eleita

A presidente eleita, Dilma Rousseff, desistiu de criar imediatamente o Ministério de Portos e Aeroportos para entregar ao PSB por causa de um informe que recebeu do serviço de informação do governo federal.

Esse informe diz que o país está na iminência de enfrentar uma crise "brutal" no setor aéreo, inclusive com a paralisação de serviços e das companhias, o que desaconselha qualquer mudança na estrutura.

Os relatos que chegaram à presidente e que foram repassados ao PSB indicam grave risco de caos aéreo já nos próximos dias e que essa situação deve se prolongar durante o feriado de Ano-Novo e avançar até o final das férias de verão.

Diante disso, a presidente eleita e o PSB consideraram que é melhor manter a secretaria de Portos tal como funciona hoje e deixar para criar um ministério de Portos e Aeroportos somente depois de superada a crise que se avizinha.

Nenhum comentário: