segunda-feira, 24 de maio de 2010

Não sabia que era outro avião, diz passageiro do Legacy

Não sabia que era outro avião, diz passageiro do Legacy

23 de maio de 2010

Reduzir Normal Aumentar Imprimir O brasileiro Daniel Bachmann, ex-funcionário da Embraer, contou em entrevista ao Fantástico detalhes do acidente com o voo 1907, da Gol, que deixou 154 mortos em setembro de 2006. Bachmann estava no jato Legacy da fabricante brasileira que se chocou contra a asa da aeronave da Gol. Ele diz que os ocupantes não imaginavam no momento que haviam se chocado contra um avião. "Ouvimos um som de alarme (...) olhamos pela janela e vimos uma ponta da asa faltando. (...) A asa estava abrindo, a chapa em cima estava levantando, os rebites saindo e combustível escorrendo em cima da asa", diz o brasileiro.

Segundo a reportagem, Bachmann deixou o Brasil e foi morar nos Estados Unidos, pois não se sentia bem para dar entrevistas no País e teve problemas de saúde após deputados afirmarem que ele estava acobertando os pilotos americanos do Legacy. Perguntado se algum tipo de gratidão aos pilotos por ter sobrevivido pode ter nublado o seu julgamento sobre o caso, o brasileiro respondeu: "Não, porque eu não sou piloto, não conheço os processos".

Nenhum comentário: