terça-feira, 13 de maio de 2008

Aeronáutica: Controlador de võo cumpre nova prisão por mensagem no Orkut

Aeronáutica: Controlador de vôo cumpre nova prisão por mensagem no Orkut

LÍVIA MARRA
EDITORA DE COTIDIANO DA FOLHA ONLINE

O suboficial Moisés Gomes de Almeida, vice-presidente da Febracta (Federação Brasileira das Associações de Controladores de Tráfego Aéreo), começou a cumprir ontem uma nova prisão disciplinar por ter publicado no site de relacionamentos Orkut textos que contestavam decisões da Aeronáutica e que convocava os colegas a manterem apoio às associações.

Publicadas em agosto do ano passado, as mensagens já foram retiradas do site. Uma delas pedia união da categoria, ainda que as detenções fossem o preço por refutar as decisões dos superiores. Almeida deve ficar preso até 27 de maio.

Em junho do ano passado, o controlador cumpriu dez dias de detenção por ter dado declarações à imprensa sobre a crise aérea. De acordo com a Aeronáutica, militares precisam de autorização para falar a qualquer veículo de comunicação.

A entrevista e as mensagens postadas na internet foram consideradas crime de insubordinação, e a prisão está prevista no Código Militar. A defesa do militar deve recorrer da decisão.

Outro lado

Procurada, a Aeronáutica informou que não se manifestaria sobre o caso, por considerar que a medida está dentro do regulamento.

Outros líderes da categoria também sofreram punições -com detenções ou afastamento- desde o início da crise aérea.

Controladores ouvidos pela reportagem voltaram a denunciar os mesmos problemas relatados desde o acidente com o vôo 1907 da Gol, ocorrido em setembro de 2006 e que desencadeou uma crise no setor.

Eles reclamam da pressão imposta pela hierarquia militar e apontam falhas em equipamentos de algumas regiões

Nenhum comentário: