sábado, 9 de fevereiro de 2008

Estadão: Pilotos do Legacy negam ter desligado aparelho anticolisão

Pilotos do Legacy negam ter desligado aparelho anticolisão

Tânia Monteiro, BRASÍLIA

Os pilotos americanos do jato Legacy que se chocou com o Boeing da Gol em 29 de setembro de 2006, matando 154 pessoas, disseram, em depoimento à comissão de investigação do acidente, em Washington, entre os dias 29 e 31 de janeiro, que não desligaram o transponder, equipamento anticolisão que não estava funcionando na hora do acidente. Joseph Lepore e Jan Paul Paladino informaram também que não perceberam ou se recordam de ter feito algo que pudesse ter ocasionado a interrupção do transponder.

O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) está em fase de conclusão do relatório final sobre o acidente, mas aguarda os depoimentos dos controladores, que, por recomendação dos advogados, ainda não falaram sobre o acidente.

A expectativa é de que, dentro de um mês, essa etapa seja concluída. Após isso, o relatório será analisado em até 60 dias. A Aeronáutica ressalta que a investigação tem como objetivo a identificação de fatores que contribuíram para aquele tipo de acidente e a emissão de recomendações de segurança que podem ajudar a evitar novos acidentes aeronáuticos com as mesmas características.
COMENTÁRIOS

Nenhum comentário: