segunda-feira, 17 de dezembro de 2007

Tucanos: Alertam das falhas no transporte aéreo

Otávio Leite alerta para falhas no transporte aéreo

Relatório aponta deficiências na segurança do setor

Brasília (14 de dezembro) - O deputado Otavio Leite (RJ) afirmou nesta sexta-feira que a crise área persiste no Brasil, apesar de o governo tratar o episódio como superado. O alerta do tucano foi motivado por relatório da Associação Internacional de Companhias Aéreas (Iata) apontando a persistência de "deficiências e lacunas importantes" na segurança operacional do transporte aéreo brasileiro.

GOVERNO ACOMODADO

No documento, a presidência da entidade informou ainda que o controle aéreo brasileiro deve ser completamente remanejado. "Infelizmente chegamos ao fim do ano com os mesmos problemas. Questões de fundo, como infra-estrutura aeroportuária, malha aérea e controle de vôo prosseguem como antes", apontou o tucano. Em 2006, os brasileiros que tentaram viajar no Natal ou no reveillon sofreram com o caos nos terminais.

A Iata transmitiu ao Ministério da Defesa o relatório de recente missão técnica que enviou ao Brasil com recomendações para superar a crise do setor. De acordo com Otavio Leite, mesmo depois do alerta o governo simplesmente não apresentou propostas concretas. "Quando propusemos a CPI do Apagão Aéreo foi no intuito de alertar as autoridades para esse segmento, que requer mais investimentos e atenção", ponderou.

Brasil, Indonésia e países da África foram colocados na lista prioritária para melhorar a segurança aérea, pois a associação verificou que nessas nações as taxas de acidentes estão acima da média mundial. Segundo Leite, apesar da desestruturação administrativa, como a troca do ministro da Defesa e da diretoria da Agência Nacional de Aviação Civil, o governo continua acomodado.

FALTA DE COORDENAÇÃO

Os inspetores da Iata constataram que as instalações do controle aéreo parecem operar de maneira profissional e os equipamentos em boas condições. Porém, o número de incidentes reportados pelas companhias aéreas confirma a "percepção de controle instável, ineficiente e que compromete a segurança dos vôos". De acordo com o deputado Gustavo Fruet (PR), o documento reafirma o voto dado pelo PSDB ao relatório final da CPI do Apagão Aéreo.

"Está evidenciada a falta de coordenação, o equívoco na prioridade de investimentos e a baixa execução do pouco que foi planejado", enfatizou Fruet. O relatório da Iata também relata problemas nos instrumentos eletrônicos de auxílio de navegação. Da mesma forma, sistemas de aproximação de precisão por satélite, que aumentam a segurança e eficiência para tripulação e controladores, não foram certificados pelo Brasil até o momento.

"Todos esses pontos resultaram na crise aérea que o país viveu e, considerando o aumento no fluxo de passageiros às vésperas de fim do ano, não é difícil desencadear outra crise", avaliou o parlamentar.

Fonte: Agência Tucana

Nenhum comentário: